29.07.2022 | TETE – #Política_de_Resultados: Inaugurada a maior do país e uma das mais modernas Unidades de Abate e Processamento Industrial de Carnes de África. Investimento: 356 milhões MT co-financiados no âmbito do #SUSTENTA; Este investimento irá permitir que 5 mil pequenos criadores familiares tenham acesso a este matadouro como mercado preferencial.

Esta inauguração ocorre num período em que se registou um crescimento assinalável do sector pecuário em 2021 na escala de 9%, impulsionado largamente pelo crescimento da produção de carnes vermelhas em 14% tendo alcançado as 21 mil Ton, 18% nos ovos e 13% nos frangos ✊🏾🇲🇿

#ProgramaSustenta #Canelfood #Tete #crescimento #Moçambique #agricultura #pecuária #MADER

Estacão Agrária de Umbeluzi, recebe visita do Serviço Distrital de Educação, Juventude e Tecnologia (SDEJTB)

O Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM) através da Estacão Agrária de Umbeluzi, recebeu no dia 15 de Julho de 2022, a  visita do Serviço Distrital de Educação, Juventude e Tecnologia (SDEJTB), com vista  a fortificação das actividades de desenvolvimento de tecnologias agrárias, realizadas pelas instituições de investigação agrárias, no distrito de Boane, província de Maputo.  

A  visita na Estacão Agrária de Umbeluzi , tinha o propósito de  fazer acompanhamento do processo de desenvolvimento, garantir a transferência das experiências e novas tecnologias geradas para as comunidades agrícolas do distrito.

O encontro contou com a presença do representante do (SDEJTB),  Miguel Mondlane, e em representação do chefe da Estacão Agrárias de Umbeluzi, a  Eng.ª . Cheila Chiconela. A ida à Estacão Agrária de Umbeluzi permitiu com que os  visitantes conhecessem os campos e as demostrações feitas na exposição de algumas sementes e culturas produzidas pela Instituição.    

Por: Gabriel Matsinhe

Revisão: Rousseau Bila

Município de Boane realiza Feira de Agropecuária e Pesqueira alusiva ao Dia da Função Pública

No âmbito da visita de governação local da Sua Excia. Júlio José Parruque, Governador da Província de Maputo, ao distrito de Boane. Realizou-se no dia 27 de Junho de 2022, a Feira de Exposição e comercialização de produtos agropecuários, na localidade de Gueguede, Município de Boane.

O evento contou com a presença especial da ministra do Género, Criança e Acção Social, Sua Excia. Nyeleti Mondlane e como expoositores contou com a participação do IIAM, SDAE da Manhiça, SYNGENTA, PANNAR, IA da Namaacha, Prolibus, Casa Agrária, Associação Maguinça, Lele (sumos naturais) dentre outros expositores singulares dos distritos de Boane, Namaacha, Marracuene e Matola.

Informe Sobre o “Programa de Leguminosas de Grão”

Apresentação de dois temas de carácter científico: Informe Sobre o “Programa de Leguminosas de Grão” e “Melhoramento do Feijão Vulgar a partir do Cruzamento entre o Material Genético Andino e Mesoamericano”

Figura 1: Vista dos participantes do encontro mensal, na sala Save, IIAM-sede

No âmbito das suas competências, a Direcção de Agronomia e Recursos Naturais (DARN), desenvolve tecnologias agronómicas, silviculturais, práticas sustentáveis para o maneio e conservação de recursos naturais essenciais à actividade agrária, em particular da terra, água e flora, e conservar os recursos fitogenéticos do País. Neste contexto, no dia 02 de Junho de 2022, realizou-se na sala Save, nas instalações do Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM)-sede, duas apresentações de caracter científico cujo primeiro tema abordava um “Breve Informe Sobre o Programa de Leguminosas de Grão, onde pretendeu-se contribuir para a segurança alimentar e nutricional através do aumento da produtividade das leguminosas, tendo em conta a preferência dos produtores e consumidores. Caracterizou-se as leguminosas oleaginosas (amendoim e soja) e as não oleaginosas (feijões, ervilha, grão-de-bico e outras). Outrossim,  referenciou-se que as leguminosas são também usadas na exploração agropecuária, para a nutrição animal. Todas estas características fazem com que as leguminosas de grão tenham um papel fundamental na alimentação em todo o planeta. E o segundo tema “Avaliação da viabilidade de introduzir pêlos radiculares longos e densos nos genotipos Andinos e Mesoamericanos no Phaseolus vulgaris” fez-se alusão que  a produção de feijão é limitada pela fertilidade do solo e a fertilização não é um remédio acessível. Na sequência, os melhoradores de plantas têm se preocupado principalmente em melhorar a resistência a doenças e rendimentos ( Productividade). Finalmente, identificou-se as características relacionadas a tolerância ao stress abiótico e mencionou-se as características dos Andianos (sementes grandes, sementes valiosas) e Mesoamericanos (tolerante a secas e tolerantes a doenças).

O evento contou com a participação maciva de técnicos da DARN e o no próximo foi agendado para dia 07 de Julho Proxima do corrente ano e apresentar-se-ão mais dois temas de carácter científico.

                      Texto: Rousseau Bila

                       Foto: Ilda Chirindza 

Figura 1: Anica Massas, a esquerda e Manuel Amane, a direita nas apresentações sobre o “Programa de Leguminosas de Grão” e “Melhoramento do Feijão Vulgar a partir do Cruzamento entre o Material Genético “Andino e Mesoamericano”.

Encontro IIAM e CIP

A Directora Geral do IIAM, Dra. Olga Fafetine, na presença do Director Técnico de Agronomia e Recursos Naturais, Dr Constantino Senete, recebeu no seu gabinete de trabalho o Dr. Paul Demo, Director Regional do Centro Internacional da Batata (CIP) para África e a Dra. Maria Isabel Andrade do CIP-Moçambique.

Foi um encontro de cortesia onde foram discutidos vários assuntos da cadeia de semente de batata reno com maior destaque para as variedades libertas pelo IIAM e em parceria com o CIP, alguns desafios e alternativas de soluções e, para isso, teve que se juntar via vídeo chamada o Eng. Carolino chefe do programa de batata reno no IIAM para falar da capacidade actual de produção e armazenamento e o que limita para que haja mais produção.

Finalizando, o Dr. Demo falou de estar a trabalhar no sentido de buscar mais parcerias para fortalecer a cadeia de semente de batata reno.

Direitos Reservados ao IIAM 2021